mulher-ama-gato-web

Criado a por em: Curiosidades.

Muito se tem escrito sobre os benefícios e/ou riscos de ter um gato como animal de estimação. Todos os que somos donos de gatos e com eles partilhamos a nossa vida sabemos que sim, há benefícios. Mas o que diz a ciência? Existem estudos que o comprovem? Detalhamos aqui algumas curiosidades.

Por que escolher um gato como animal de companhia?

Os gatos têm-se tornado cada vez mais frequentes na nossa sociedade por se adaptarem facilmente ao estilo de vida moderno. Com uma postura aristocrata, o gato tem características muito particulares e, tal como as pessoas, têm personalidades diferentes. Conhecidos pela sua delicadeza, olhar profundo, espírito cúmplice e brincalhão, de natureza independente. Excelentes companheiros, com a vantagem de não exigirem uma atenção integral. Não necessitam de ser levados a passear e mantêm-se limpos e asseados. Adoro ficar por perto simplesmente a observar.

Mantê-lo saudável

É importante que mantenha o seu gato sempre saudável, cumprindo as vacinações e desparasitações em tempo devido, uma vez que coexistimos com eles no mesmo seio familiar e debaixo do mesmo tecto.

Que efeitos tem a saúde do gato na minha saúde?

As zoonoses são doenças que podem ser transmitidas entre animais e pessoas. Felizmente, as zoonoses felinas são raras, no entanto devem ser tomadas as devidas precauções. Bom senso e uma boa rotina de higiene (nomeadamente uma manipulação cuidada da caixa de areia) vão reduzir a possibilidade de transmissão de doenças. Lembre-se que é um elemento muito importante do bem-estar do seu gato. Se ele estiver bem, o dono também estará!

Ter um gato reduz os índices de stress e ansiedade, e melhora o estado de humor dos donos, porque cuidar de um gato, acariciá-lo, assistir às suas brincadeiras, permite aos donos sentirem-se acompanhados e esquecer as suas próprias preocupações, o que é benéfico para o seu estado emocional evitando assim os estados depressivos. De acordo com um estudo de uma universidade norte-americana, ouvir o som, sentir a vibração do ronronar e acariciar um gato é calmante e tende a reduzir a pressão sanguínea. Outro estudo feito no Canadá, demonstrou que os donos dos gatos têm índices mais baixos de colesterol e triglicéridos e recorrem com 12 % menos frequência a médicos e hospitais.

Gatos e crianças

Ter um gato ensina as crianças a empatizar com os pares e a ter em conta os seus sentimentos e necessidades. É uma aprendizagem importante para o desenvolvimento da autoestima e sentido de responsabilidade. Ter gatos, em termos clínicos, pode ajudar à prevenção de alergias em crianças e evitar o desenvolvimento de asma, porque o contacto precoce e directo das crianças com gatos ajuda ao fortalecimento e consequente prevenção de doenças respiratórias.