img_905x603$2016_04_13_17_41_13_527798

Criado a por em: Sem categoria.

A GNR anunciou esta quarta-feira que entre Janeiro de 2015 e Março de 2016 levantou 204 autos de contraordenação a proprietários de estabelecimentos e a particulares da região da Serra da Estrela que vendem cães.

” Desde 1 de Janeiro de 2015 até 31 de Março de 2016, a Equipa de Protecção da Natureza e Ambiente (EPNA) do destacamento territorial da GNR de Gouveia efectuou 300 fiscalizações e levantou 204 autos de contraordenação”, disse à agência Lusa fonte do Comando da GNR da Guarda.

Segundo a fonte os autos foram passados na área geográfica de Gouveia e de Seia, na Serra da Estrela, a comerciantes e a particulares que se dedicam à venda de cães da raça Serra da Estrela e são proprietários de canídeos.

As contraordenações, remetidas pela GNR para as autoridades competentes ( DIrecção Geral de Alimentação e Veterinária, Câmaras municipais e juntas de freguesia) foram originadas por falta de licenciamento para a venda dos cães, falta de boletim sanitário e pela constatação de condições inadequadas de alojamento dos animais.

A fonte indica que as situações denunciadas dão conta de “casos de cães que estão à chuva, à neve e ao frio”, havendo a preocupação de sensibilizar os autores destas práticas para que “se abstenham das mesmas.”

Para a GNR da Guarda, o bem-estar dos animais “tem sido uma preocupação constante”, daí que os militares do Comando Territorial continuem “atentos aos ilícitos cometidos no âmbito desta matéria”.

O PAN – Partido Animais Natureza anunciou na semana passada que denunciou junto do ministério público da comarca da Guarda alegadas situações de maus-tratos animais, nomeadamente cães, numa zona de acesso ao maciço central da Serra da Estrela.