gato-leite-diarreia

Criado a por em: Curiosidades.

Protéinas, lípidos, hidratos de carbono, vitaminas, minerais e oligoelementos. Cada nutriente da alimentação desempenha um papel específico.

Após o nascimento

Quando nasce, o gatinho possui um tubo digestivo  adaptado à digestão do leite. O período de amamentação dura entre 5 e 7 semanas, após este período o gatinho vai perdendo gradualmente a capacidade para digerir o principal açúcar do leite, a lactose. Nas primeiras horas de vida os gatinhos devem consumir o colostro (primeiro leite materno) que é rico em anticorpos, essenciais para uma defesa imunitária precoce contra doenças infecciosas. Nesta fase o crescimento dos gatinhos ´muito rápido: aumentam aproximadamente 10 a 15 gramas por dia e em 10 dias podem duplicar o seu peso à nascença.

O leite de vaca é completamente inadequado para este efeito, porque é demasiado rico em lactose e possui um teor energético insuficiente.

1ºa fase de crescimento: das 4 semanas aos 4 meses

A partir da 4º-5º semana de vida, o gatinho pode começar a comer uma alimentação sólida. Para facilitar a transição da alimentação líquida (leite) para a alimentação sólida, poderá optar por rehidratar o alimento sólido com água tépida ou com leite de substituição para gatinhos. Pode ainda optar por oferecer uma mistura de um alimento seco com um alimento húmido de elevada qualidade e indicado para gatinhos nesta fase de vida. De um modo geral, o alimento indicado para esta fase da vida deve ser muito palatável, para atrair o gatinho, e deve ser especificamente desenvolvido para corresponder às necessidades nutricionais destes animais.

2ºa fase de crescimento: dos 4 aos 12 meses

Após os 4 meses de idade a velocidade de crescimento diminui (fase de consolidação) e o gatinho atinge gradualmente o seu tamanho adulto. Desta forma é necessário oferecer-lhe um alimento  com um teor energético adequado e de elevada digestibilidade, uma vez que as suas aptidões digestivas só atingem a maturidade ao ano de idade.

Esta fase da vida caracteriza-se pelo aparecimento dos dentes definitivos. O alimento deve começar a ter em consideração a higiene oral, através de um croquete com um tamanho adaptado que estimule a mastigação.

Objectivos nutricionais

Os objectivos nutricionais da alimentação durante todo o crescimento são reforçar as defesas imunitárias, favorecer o bom desenvolvimento neuro-sensorial e promover o crescimento ósseo.

Reforçar as defesas imunitárias

No decurso das primeiras semanas de vida a imunidade que é transmitida ao gatinho pela mãe decresce progressivamente. A alimentação deve dar resposta a todas as necessidades essenciais do gatinho, uma vez que um défice nutricional irá agravar a sua fragilidade imunitária. Antioxidantes como as vitaminas E, C, luteína e taurina, bem como oligoelementos como as fibras fermentescíveis são alguns exemplo de nutrientes que ajudam a estimular as defesas imunitárias.

Favorecer o desenvolvimento neuro-sensorial

Todas as células nervosas contêm quantidade considerável de ácidos gordos Ómega 3 indispensáveis para o correcto desenvolvimento do sistema nervoso central. É importante que o alimento dos gatinhos tenha este constituinte.

Promover o crescimento ósseo

É essencial uma correcta contribuição de cálcio que acompanhe as necessidades dos gatinhos que variam ao longo do período de crescimento.

Cuidado com as alterações!

Nesta fase tão importante da vida do animal, deverá evitar alterações bruscas na alimentação para não provocar perturbações digestivas. Quando adquirir um gatinho informe-se sobre o modo de alimentação e qual o alimento fornecido. Se pretender alterar o alimento, deve respeitar uma transição alimentar com uma semana de duração. Esta transição permite minimizar os riscos de alterações gastrointestinais, muito prejudiciais ao correcto desenvolvimento do gatinho.