Diga adeus aos parasitas com Bravecto


← Voltar ao blog

bravecto

Em algum momento, já teve que lidar com o problema dos parasitas que insistem em alojar-se no seu animal. Por isso, hoje contamos-lhe tudo sobre o Bravecto, um dos desparasitantes mais eficientes no combate contra estas infestações.

Bravecto: o que é?

O Bravecto é um medicamento sujeito a receita médico-veterinária, utilizado no tratamento de infestações dos inimigos ectoparasitas, como ácaros, carraças, piolhos e pulgas. Depois de administrado ou aplicado, é eficaz na eliminação de pulgas e carraças, durante 12 semanas. 

Há dados que apontam que 95% dos parasitas estão espalhados pelas casas, nos tapetes, nas frestas ou até nas camas dos animais e apenas 5% estão, realmente, no animal. Recomendado pelos principais médicos-veterinários de todo o mundo, é um medicamento seguro para todos os cães e gatos. Raças sensíveis como Border Collie e Rough Collie, cadelas grávidas ou em processo de amamentação também podem tomar Bravecto. 

Como funciona?

Basta uma dose para que este remédio faça efeito no seu companheiro patudo, graças ao Fluralaner, o ingrediente ativo neste medicamento, que tem propriedades ectoparasiticidas, capazes de eliminar os parasitas alojados na pele e pelo dos cães de gatos.

Além de eliminar rapidamente os parasitas da pele do animal, uma vez que atua no sistema nervoso dos mesmos, levando à sua paralisia e consequente morte – este medicamento também mata as pulgas do ambiente. Assim, impossibilita que os parasitas possam por os seus ovos, reduzindo desta forma a contaminação ambiental ao interromper o seu ciclo reprodutivo.

Com este aliado, poderá prevenir doenças como:

  • Doença de Lyme, que é causada pela bactéria Borrelia Burgdorferi e transmitida pela picada das carraças. Pode provocar dores nas articulações, febre, cansaço e inchaços nos gânglios linfáticos do cão.
  • DAPP – Dermatite alérgica à picada de pulgas. Apesar de não eliminar completamente a reação alérgica, o medicamento ajuda a combater, pois mata as pulgas, os agentes responsáveis pela alergia.
  • Sarna Demodécica: doença inflamatória de pele, não contagiosa. Resulta de uma proliferação anormal de um ácaro denominado Demodex Canis.
  • Febre da Carraça, também conhecida por Babesiose, Erlichiose ou Anaplasmose. A carraça alimenta-se do sangue do patudo e transmite um pequeno parasita que, aos poucos, vai destruindo os glóbulos vermelhos.

Quer tenha um cão ou gato, nunca deixe que o Bravecto seja administrado num intervalo com menos de oito semanas, pois não há testes realizados com estes intervalos. Animais que tenham hipersensibilidade conhecida ao Fluralaner também não devem ingerir este remédio.

Bravecto para cães

É importante frisar que só conseguirá ter acesso a este medicamento, se aconselhado por um médico veterinário. Contacte o Dr. Bigodes, se desconfia que o seu amigo de quatro patas poderá estar infetado com parasitas.

Se tem um cão, este remédio está disponível sob a forma de comprimidos mastigáveis e em pipetas. Caso opte pelos comprimidos, estes devem ser administrados nas horas das refeições e a dose varia consoante o peso do animal em questão.

Por outro lado, as pipetas devem ser aplicadas na pele entre as omoplatas de cães e gatos de pequeno porte.

Tenha apenas em atenção que este comprimido não deve ser administrado em cães com menos de oito semanas ou que tenham menos de 2 kilos.

Bravecto para gatos

Para os felinos, poderá optar por dois tipos de Bravecto:

  1. Bravecto: apenas composto pelo Fluralaner, isto é, com finalidade ectoparasiticida.
  2. Bravecto Plus: composto por Fluralaner e Moxidectina, que tem ação combinada contra endoparasitas e ectoparasitas.

Estão disponíveis em forma de pipeta e o conteúdo deve ser aplicado na pele da base da cabeça. 

A não esquecer:

  • Todos os cães e gatos correm o perigo de serem atacados por parasitas como pulgas e carraças. O Bravecto tem sido uma das soluções mais eficazes para eliminar esses inimigos do corpo do animal.
  • Sujeito a receita médico-veterinária, tem um único objetivo: tratar as infestações ectoparasitas, como por exemplo, as pulgas, carraças, piolhos ou ácaros.
  • Este medicamento elimina os parasitas através de uma única dose, durante 12 semanas.
  • Informe-se com o seu médico veterinário sobre a administração do Bravecto.