gato-tomando-vacina-620x433

Criado a por em: Curiosidades.

Ao contrário do que acontece nos cães, os gatos são muitas vezes vistos como animais que não necessitam de vacinas por andarem dentro de casa. Mas os vírus não andam só na rua e podem ser trazidos para dentro de casa pelo dono. Por lei e ao contrário dos cães, não existem vacinas obrigatórias para os gatos, mas existem doenças que os gatos podem contrair sem sair de casa. Os próprios donos podem ser os propagadores de vírus, simplesmente ao andar na rua e terem contacto com outros gatos. Os vírus mais resistentes podem agarrar-se às roupas e resistir durante meses. Quando o dono entra em casa e afaga o gato, pode estar a transmitir-lhe vírus que vieram do exterior. A forma mais frequente e fácil de transmissão é através do contacto entre gatos. Mas com estes felinos peritos em fuga, nunca se sabe se algum dia ele não conseguirá escapar para a rua… e se não regressará com uma doença.

As vacinas que actualmente existem no mercado protegem contra a panleucopénia felina, a coriza, a raiva, a herpesvirose e a leucemia felina.